O conto de duas cidades – como anda o sertanejo no Rio e em São Paulo?

O conto de duas cidades – como anda o sertanejo no Rio e em São Paulo?

Por mais que a imprensa ainda exalte a força da música sertaneja, ainda que com desdém, por mais que o sertanejo seja o principal chamariz de audiência dos programas de TV, por mais que o Brasil inteiro esteja ouvindo e cantando os hits sertanejos lançados dia após dia, a verdade por trás disso tudo é um pouco diferente. As recentes listas de quantidades de execuções de músicas segundo a Crowley têm demonstrado a força avassaladora da música sertaneja em todas as praças de medição, exceto no Rio e em São Paulo, praças nas quais a música sertaneja ainda pena para conseguir um verdadeiro lugar de destaque.

Consegui por baixo dos panos obter a lista da Crowley com a quantidade de execuções das músicas entre os dias 08 e 14 de abril. A diferença de colocação das músicas sertanejas entre a lista que engloba todas as regiões do Brasil e a lista que engloba apenas Rio e São Paulo é gritante. Enquanto na lista que engloba todo o Brasil (digo, as regiões onde existe medição da Crowley) a música sertaneja reina soberana, com nada menos que 15 canções entre as 20 primeiras da lista, a lista que engloba apenas Rio e São Paulo traz apenas 2 canções de artistas sertanejos entre as 20 mais tocadas.

Apesar da realidade ser um pouco mais amena quando olhamos apenas a lista com a quantidade de execuções em São Paulo (6 músicas sertanejas entre as 20 mais tocadas), no Rio de Janeiro o número chega a ser humilhante: apenas UMA música sertaneja entre as 20 mais tocadas. E olha que é uma música que nem é mais a música de trabalho do artista. Trata-se de “Balada”, do Gusttavo Lima, a única música sertaneja entre as 20 mais tocadas no Rio de Janeiro. Curiosamente, a música do Gusttavo Lima que figura entre as 20 mais tocadas nas outras listas é “60 segundos”, que ele vem trabalhando nas últimas semanas.

Vejam abaixo a lista com as 20 músicas mais tocadas em todas as praças do Brasil segundo a Crowley:

1ª – INCONDICIONAL – LUAN SANTANA

2ª – HUMILDE RESIDÊNCIA – MICHEL TELÓ

3ª – JÁ NÃO SEI MAIS NADA – BRUNO & MARRONE

4ª – SONHO DE AMOR – ZEZÉ DI CAMARGO & LUCIANO

5ª – ALÉM DO SOL, ALÉM DO MAR ““ LEONARDO

6ª – BUQUÊ DE FLORES – THIAGUINHO

7ª – É TENSO – FERNANDO & SOROCABA

8ª – SOMEONE LIKE YOU – ADELE

9ª – ASSIM VOCÊ MATA O PAPAI – SORRISO MAROTO

10ª – FINAL DE SEMANA – JOÃO BOSCO & VINÍCIUS

11ª – LÁGRIMAS ““ VICTOR & LEO

12ª – E AGORA – DANIEL

13ª – TÁ BAGUNÇADO – GEORGE HENRIQUE & RODRIGO

14ª – EU QUERO TCHU EU QUERO TCHA – JOÃO LUCAS & MARCELO

15ª – LONG LIVE ““ TAYLOR SWIFT COM PAULA FERNANDES

16ª – AMOR PRA VIDA INTEIRA ““ MARCOS & BELUTTI

17ª – DUAS METADES ““ JORGE & MATEUS

18ª – 60 SEGUNDOS ““ GUSTTAVO LIMA

19ª – PARADISE – COLDPLAY

20ª – SET FIRE TO THE RAIN – ADELE

Como dá pra notar, são ao todo 15 canções de artistas sertanejos (considerando que “Long Live” é trabalhada no Brasil por conta da participação da Paula Fernandes, claro). Agora vejam como é a lista quando se considera apenas a medição realizada nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro:

1ª – SOMEONE LIKE YOU ““ ADELE

2ª – PARADISE ““ COLDPLAY

3ª – YOU DA ONE ““ RIHANNA

4ª – GOOD FEELING – FLO RIDA

5ª – SET FIRE TO THE RAIN ““ ADELE

6ª – IT WILL RAIN – BRUNO MARS

7ª – MOVES LIKE JAGGER – MAROON 5 COM CHRISTINA AGUILERA

8ª – ASSIM VOCE MATA O PAPAI – SORRISO MAROTO

9ª – WE FOUND LOVE – RIHANNA COM CALVIN HARRIS

10ª – PART OF ME – KATY PERRY

11ª – WITHOUT YOU – REMIX DAVID GUETTA COM USHER

12ª – INCONDICIONAL – LUAN SANTANA

13ª – CRIMINAL – BRITNEY SPEARS

14ª – YOU MAKE ME FEEL – COBRA STARSHIP COM SABI WARNER

15ª – BUQUÊ DE FLORES ““ THIAGUINHO

16ª – UM SONHO BOM – BELO

17ª – CÉU AZUL – CHARLIE BROWN JR

18ª – IT GIRL – JASON DERULO

19ª – LONG LIVE – TAYLOR SWIFT COM PAULA FERNANDES

20ª – DILEMA – PIXOTE

DUAS músicas apenas!!! Quando considerada apenas a medição na cidade de São Paulo, temos os sertanejos ocupando as seguintes colocações entre as 20 mais tocadas:

10ª – JÁ NÃO SEI MAIS NADA – BRUNO & MARRONE

11ª – INCONDICIONAL – LUAN SANTANA

14ª – HUMILDE RESIDÊNCIA – MICHEL TELÓ

15ª – LONG LIVE – TAYLOR SWIFT COM PAULA FERNANDES

18ª – ALÉM DO SOL, ALÉM DO MAR ““ LEONARDO

19ª – SONHO DE AMOR – ZEZÉ DI CAMARGO & LUCIANO

Quando se considera apenas o Rio de Janeiro, a música “Balada”, do Gusttavo Lima, única sertaneja entre as 20 mais tocadas, aparece apenas na 16ª colocação. Depois dela, outra canção sertaneja só chega a aparecer na lista na 30ª colocação (“Eu quero tchu, eu quero tcha”, com João Lucas & Marcelo).

Com essas listas, o que se conclui é que muita gente tenta simplesmente tapar o sol com a peneira, fingindo que o Rio de Janeiro está aceitando a música sertaneja, que o segmento está crescendo por lá, e que em São Paulo ele já é consolidado. Ora, em São Paulo a primeira música sertaneja a figurar na lista só aparece na 10ª colocação. Não consigo enxergar uma consolidação nisso. E no Rio de Janeiro a música sertaneja praticamente inexiste nas rádios.

Até bem pouco tempo atrás, ainda era possível acreditar num namoro entre a música sertaneja e o Rio de Janeiro, bem como no fortalecimento definitivo do estilo em São Paulo, que conta com algumas das melhores casas sertanejas do Brasil. O que parece, entretanto, é que esse namoro esfriou, subiu no telhado e agora a música sertaneja parece voltar a mendigar a atenção dos dois maiores centros urbanos do Brasil. Por um lado, é importante essa mendicância, afinal são os dois centros mais culturalmente importantes do Brasil. Pelo menos é isso que a mídia tenta nos enfiar goela abaixo. Por outro lado, a julgar pela lista que engloba todo o Brasil, o sertanejo é soberano. Nós comandamos a cultura musical a nível de Brasil, pelo menos segundo a Crowley. Levando isso em conta, será que precisamos nos preocupar tanto assim com São Paulo e principalmente com o Rio de Janeiro? Do meu ponto de vista, são eles que deveriam parar de olhar os próprios umbigos e se preocupar um pouquinho mais com a gente. O Brasil é grande demais para se resumir em apenas duas cidades.