O que mudou em Victor e Leo?

Há mais ou menos um mês Victor e Leo realizaram um show em Piracicaba/SP onde, pela primeira vez, tocaram sua próxima música de trabalho, “Boa Sorte Pra Vocꔝ.

Nada de mais, absolutamente normal, não fosse um pequeno detalhe que chamou a atenção de quem estava presente. Os habituais discursos do irmão mais velho ganharam, naquela noite, uma aparente motivação especial. O que a principio parecia ser apenas a apresentação de uma nova canção ganhou tom de desabafo dado pelo músico:

-“Por que o pessoal diz assim: Victor e Leo estão preparando um trabalho novo e se recusam a dar informações ““ onde é que se viu isso? Absolutamente, estamos aqui para isso, podem perguntar o que quiserem”.

O que se viu dali pra frente foi um diálogo despretensioso entre os irmãos sobre mostrar ou não o novo trabalho. A conversa que durou alguns minutos foi o tempo nescessário para que todos pudessem posicionar suas câmeras e assim registrar o momento. Em seguida uma frase que até então parecia não combinar com Victor e Leo:

-” Se alguém colocar isso aqui no You Tube…tá de parabéns”.

A frase dita pelo irmão mais moço abre espaço para uma velha discussão sobre o famigerado direito autoral e a abrangência e poder de divulgação da internet. Perde o artista quando vídeos amadores captados durante os shows são colocados no You Tube? E se “sim”, quanto afinal perde um artista com esse tipo de divulgação? E como seria possivel combater esse tipo de infração?

Em 2009, a Sony Music, gravadora de Victor & Leo, promoveu uma verdadeira caça às bruxas no canal, tirando do ar toda e qualquer filmagem onde apareciam imagens ou músicas da dupla sem autorização. Baseados na “proteção de direitos autorais”, ameaças via e-mail foram feitas caso o autor insistisse na questão.

Contudo, não são todas as gravadoras que agem dessa maneira. Não é raro encontrar vídeos de Jorge e Mateus ou Luan Santana, entre outros, feitos sem autorização mas que permanecem no ar por anos. Universal Music e Som Livre, respectivamente, parecem entender melhor o poder de divulgação desse tipo de canal. É o tipico caso onde se joga com o regulamento debaixo do braço.

E o que teria acontecido a Victor e Leo para que mudassem seu modo de agir e sugerissem a seus fãs que postassem o vídeo no You Tube? Perderam terreno nos últimos meses ou entenderam que poderiam aproveitar a oportunidade para divulgar seu novo trabalho sem gastar nada com isso?

Os 15 mil acessos de “Boa Sorte Pra Vocꔝ de vídeos feitos em apenas uma apresentação podem justificar a segunda teoria. Já que o álbum “Ao Vivo e em Cores” não obteve a repercussão desejada, essa pode ser uma nova e acertada estratégia. Para Victor e Leo, os 100 mil discos vendidos do último trabalho ficaram beeem longe de “Ao vivo em Uberlândia” e “Borboletas”, os dois anteriores que venderam cerca de 300 mil cópias cada. A pirataria e os downloads puxaram para baixo? Provavelmente sim, mas o cenário nos outros anos não era muito melhor do que hoje.

Nas próximas semanas duas novas e inéditas músicas serão lançadas: “Boa Sorte Pra Vocꔝ e “Rios de Amor”, que será tambem tema da novela Araguaia. Um novo gás para a dupla, que já provou ser genial mas que ainda não brilhou como deveria nesse ano.

Vejam abaixo o vídeo da música: