Os sertanejos no Grammy Latino

Os sertanejos no Grammy Latino

Essa semana aconteceu em Las Vegas a 13ª premiação anual do Grammy Latino, que premia artistas do mercado, dããã, latino-americano. Como todos já sabem, há algumas poucas categorias voltadas exclusivamente à música brasileira, cujos prêmios são entregues numa cerimônia mais intimista, antes da premiação oficial, aquela com vários números musicais e tudo mais.

A música sertaneja é representada por uma categoria exclusiva, mas vez ou outra algum sertanejo acaba emplacando indicações em outras categorias do prêmio. Este ano, quem venceu o prêmio de Melhor Álbum de Música Sertaneja foi a dupla Chitãozinho & Xororó, com o disco “Chitãozinho & Xororó – Sinfônico”, gravado com a Orquestra Bachiana Filarmônica e várias grandes participações especiais. A dupla foi a única do segmento sertanejo premiada durante a noite. Na mesma categoria, concorriam Victor & Leo (Amor de Alma), Michel Teló (Na Balada), Luan Santana (Quando chega a noite), Paula Fernandes (Meus Encantos), Fernando & Sorocaba (Acústico na Ópera de Arame) e Daniel (Pra ser feliz).

Michel Teló, que também concorria na categoria “melhor canção brasileira” mas perdeu para “Querido Diário”, do Chico Buarque, se apresentou durante a premiação oficial, cantando a música “Ai se eu te pego”, numa versão mais “swingada” e que contou com a participação do Blue Man Group, aqueles caras que fazem a propaganda da pior empresa de telefonia do mundo, a TIM. O vídeo já está disponível na Internet. Vejam logo abaixo:

Em tempo, o inigualável Paulo Coelho, com mais de 6 milhões de seguidores mundo afora, twittou uma frase interessante essa semana, que foi bastante repercutida pelo menos junto aos profissionais de música sertaneja. Ele escreveu o seguinte: “Psy faz sucesso no mundo com Gangnam Style e ganha medalha dos coreanos. Michel Teló faz o mesmo sucesso e é trollado por brasileiros #fail“. É de se refletir, né?