Pelo amor de Deus, aliás, até que enfim Jorge & Mateus

jorge_e_mateus-1

Tive que pegar minhas credenciais para acesso à sala de imprensa do show da Paranaíba no saguão do hotel que receberia a maioria dos convidados da festa. Chegando lá, alguns artistas já se confraternizavam. Na porta do hotel, o Mateus e a equipe da dupla confraternizavam com a dupla Marcos & Fernando. Dentro do hotel, alguns curiosos. Quando cheguei, vi que ali teria uma oportunidade de finalmente falar com a dupla Jorge & Mateus, algo que já vinha tentando há um bom tempo.

Pra quem não se lembra, há alguns meses tentamos realizar essa façanha. No entanto, esbarramos em uma centena de problemas, que culminaram num texto que muita gente interpretou como uma crítica à dupla, o que não era, claro. Dezenas de críticas depois (dessa vez nenhum fã me chamou de idiota como recentemente no Twitter, hehehe), passamos a manter contato com um dos empresários da dupla, que se comprometeu, por conta própria, a não permitir que tais contratempos voltassem a acontecer.

Na porta do hotel, em frente ao Mateus, mas sem saber como me aproximar, resolvi ligar para o Wendell, o empresário a que me referi. Prontamente ele me colocou em contato direto com o Mateus. O Jorge tinha subido para o quarto há algum tempo. Conversamos um pouco e qual não foi minha surpresa quando ele revelou ser leitor do Blognejo. Elogiou nosso estilo e nosso site, ainda por cima. Com o ego já amaciado, combinei com o Mateus de realizarmos a entrevista na sala de Imprensa montada no local do evento.

Uma vez no local, realizando as entrevistas uma atrás da outra (processo que será detalhado num texto próximo), restava aguardar a dupla para finalmente realizarmos a entrevista que ficou em aberto na última ocasião. Ainda mais depois do papo de amigos que tive com o Mateus. Ele mostrou-se receptivo e interessado. Me tratou como se eu fosse importante, hehe. Na sala de imprensa, no entanto, o tempo ia passando e nada dos meninos aparecerem.

Os atendimentos à imprensa haviam se encerrado e Jorge & Mateus não tinham aparecido. E agora? Será que pela segunda vez eu ficaria a ver navios e não conseguiria um bate papo com a dupla? Lá vai eu de novo ligar para o meu benfeitor, o Wendell. Ele estava na parte reservada aos artistas. Esperei alguns minutos e lá estava ele, me aguardando para me colocar lá dentro, no VIP do VIP, dentro do camarim da dupla Jorge & Mateus.

De repente, meio na correria pra não ser expulso por um dos guardas (apesar de que a julgar pela muvuca de gente estranha circulando pelos bastidores, controle foi algo que os seguranças deixaram em casa), lá estava eu, no camarim reservado às duplas Jorge & Mateus e Maria Cecília & Rodolfo. O Michel Teló também estava por lá, mas o foco no momento, dada a pressa, era mesmo a dupla Jorge & Mateus.

Conversei com os dois, com a ajuda de um dos membros da equipe, que serviu de cameraman. Tive que pedir para ele colocar a câmera bem na nossa cara, porque como tive que ir no camarim, não deu para gravar o áudio separadamente. E com o show rolando do lado de fora, tínhamos que nos esforçar ao máximo para captar as falas da forma mais nítida possível. Pedi aos dois que falassem o mais alto que pudessem e eles, rindo, atenderam prontamente.

Bate papo legal, de verdade. Os meninos são de Itumbiara, uma cidade que é praticamente irmã de Uberlândia, mesmo sendo no estado de Goiás. Por isso, os moradores das duas cidades são muito parecidos uns com os outros. Essa proximidade no jeito de ser me deixou bem à vontade durante a conversa. Os caras são, sem dúvida, gente boa.

Realizada a entrevista de poucos minutos, dei um jeito de vazar de lá para não ser enxotado pelos guardas. Agradeci ao Wendell pela extrema boa vontade em me atender. De quebra ainda passei no hotel depois para pegar os 10 DVDs que ele deixou na recepção, em meu nome. Apesar de não ter conseguido gravar o áudio da entrevista separadamente, creio que o resultado foi satisfatório. Fiquem de olho que daqui a pouco teremos o vídeo da entrevista aqui no Blognejo.