Post de Segunda – Matogrosso, um segundeiro diferente

Em algumas ocasiões, eu já disse que considero o Matogrosso o melhor segundeiro do Brasil. O que mais me admira nesse cantor, que pra mim tem uma das mais belas vozes da história da música sertaneja, é o fato de que ele não consegue deixar a segunda voz quietinha, acompanhando a primeira. Ele canta em primeira voz, cai para a segunda e, nas partes de dueto, posta a segunda bem acima da primeira, o que poderia até ser visto como uma atitude egoísta. Mas o fato é que o Matogrosso sempre foi um cantor melhor que seus parceiros, e mesmo que ele quisesse seria praticamente impossível esconder esse vozeirão durante o dueto com a primeira dos parceiros. Na própria mixagem, a voz dele é colocada em uma volume acima da primeira.

Abaixo, dois vídeos que demonstram essa incrível facilidade com que ele passeia entre as vozes e como a segunda fica em evidência, tranformando a primeira voz apenas em complemento. O primeiro vídeo é com o antigo Mathias e o segundo com o novo.

* O Matuto

* Só quem ama entende