REVIEW – Bruninho & Davi – Ao Vivo em Campo Grande

REVIEW – Bruninho & Davi – Ao Vivo em Campo Grande

Eis outro DVD que também acabou não tendo, ainda, a repercussão merecida por conta da mudança de escritório pela qual Bruninho e Davi também passaram em 2014. A dupla enfim gravou o seu esperado primeiro DVD, que, convenhamos, demorou bastante para acontecer. E este DVD revela muito mais sobre a dupla do que poderíamos esperar. É, na verdade, a consolidação de uma mudança de estilo. Bruninho & Davi deixaram o humor do começo da carreira completamente de lado e abraçaram de vez o pop, que sempre foi mais a cara deles.

A gravação de um DVD demorou a entrar de vez nos planos da dupla. No decorrer da carreira, else ficaram conhecidos por serem uma das duplas que melhor explorou os clipes como forma de divulgação. Acabaram ficando marcados por isso, inclusive, e influenciaram a consolidação da prática, que hoje é comum à maioria dos artistas do segmento sertanejo. Mas eles ainda eram cobrados por um trabalho completo, um DVD, já que o último trabalho havia sido lançado há um bocado de tempo.

Aquele disco mostrava a dupla explorando o escracho da forma mais controversa possível. O exagero, que dividiu opiniões (eu achava incrível), ficou escancarado principalmente na capa do disco, com a dupla sem roupa e coberta apenas por uma tarja preta. O nome “Proibido pra Menores” dava o tom do projeto. Com o tempo e a preferência pelo lançamento de singles acompanhados de clipes, a dupla foi mudando o foco musical e mostrando um talento nato para a criação de vídeos. Todos os vídeos lançados sempre foram bastante elogiados por conta da criatividade empregada na produção.

Uma das melhores características da dupla sempre foi saber usar e abusar dessa criatividade, otimizando o investimento. Eles acabaram conseguindo transmitir isso também para o DVD, ao elaborarem um cenário dinâmico, 90% orgânico e apenas 10% tecnológico, com referências a todos os videoclipes que a dupla havia lançado no decorrer da carreira.

Boa parte do repertório do DVD é formado justamente pelos singles lançados paralelamente desde o último disco. Daquele repertório, apenas “Vamo Mexê”, “João Ribeiro” e “Zona Sul” entraram no DVD. É interessante observar a gradativa mudança na musicalidade da dupla single a single, culminando com a música de trabalho deste projeto, “Onde Nasce o Sol”, que tem a participação de Jorge & Mateus e que parece ser a última etapa dessa mudança, trazendo a dupla de vez para a vertente pop, na qual eles se parecem se sentir bem mais à vontade. Agora até as vaneiras e arrochas do repertório soam mais pops, que está impregnado na própria interpretação vocal da dupla.

Entre os acertos do projeto, fora as canções já gravadas anteriormente e resgatadas aqui, estão “Onde Nasce o Sol”, “Fico com você”, “Como uma flor” e a incrível “Preto e Branco”, que traz o Davi cantando na primeira parte. Sem falar da ótima “Me Leva Amor”, presente nos extras. Um outro aspecto positivo é a importância que o DVD dá a Campo Grande, cidade natal da dupla e berço de grandes artistas do novo sertanejo. Não só pela própria escolha da cidade como local da gravação, mas pela presença de músicas que simbolizam a importância da cidade para o cenário sertanejo, como “Trem do Pantanal” e “Quero provar que te amo”, um dos primeiros hits da dupla João Bosco & Vinícius, tidos como a dupla que abriu as portas para esse movimento, que começou ali. A própria participação deles no DVD já é por si só uma homenagem à cidade.

A musicalidade apurada e o lado pop em evidência mostram muito mais da dupla do que o lado humorístico, agora restrito ao genial canal de vídeos oficial da dupla no Youtube, que continua sendo um dos mais ativos do cenário sertanejo. A cumplicidade com o produtor Dudu Borges, que parece aproveitar o projeto Bruninho & Davi, do qual é um dos sócios principais, para se soltar e realizar seu trabalho sem a pressão natural do mercado e dos projetos mais vultosos (é “vultoso” mesmo, eu olhei no Google) que ele encabeça como produtor, continua cada vez mais intensa, principalmente agora que as decisões administrativas ficaram restritas a um número menor de pessoas.

Passado todo o período chato de transição, é provável que a partir de agora o DVD possa ser melhor explorado pela Sony Music e a dupla possa crescer ainda mais. Talento eles sempre demonstraram pra isso e este projeto faz total jus à qualidade do trabalho deles, principalmente agora que eles já conseguiram superar todas as desconfianças daquela parcela irritante do público que tende sempre a iniciar discussões do tipo “isso não é sertanejo”. Atualmente, são poucas as ocasiões em que a dupla é criticada. E olha que eles costumavam ser um dos principais alvos dos críticos e conservadores. Será que a galera finalmente percebeu que se trata, dentro da vertente que eles assumiram, de uma dupla boa de fato?

Nota: 9,0