Top Five Especial Compositores – Revelações

Hoje é o penúltimo Top Five da série “Compositores”. Resolvemos dedicar o tema de hoje aos compositores que passaram a ter destaque de uns dois anos pra cá. O interessante é que muitos deles passaram a se destacar com músicas que compuseram para si próprios, isto é, que eles mesmos gravaram. Vamos à lista:

VICTOR CHAVES

Não tem como fazer uma lista com esse tema e não colocar esse cara em primeiro lugar. Acho até que as frases que eu poderia escrever sobre ele se esgotaram na minha cabeça, do tanto que eu falo desse cara. E agora suas composições passaram a ser procuradas por outros cantores também. Bruno & Marrone e Juliano César, por exemplo, garavaram canções dele em seus últimos trabalhos. Mas é com a própria dupla que suas músicas obtiveram o destaque merecido.

SOROCABA

Outro cara que prioriza as próprias músicas. Em seus dois únicos CDs, só uma regravação em cada. O restante das músicas são todas dele. E agora suas composições começam a atrair a atenção de outros cantores. O Luan Santana (que, algo me diz, será um dos grandes destaques de 2009) está com nova música de trabalho, de autoria do Sorocaba. Questão de tempo até mais gente ver que as músicas do cara são realmente boas.

3° EWERTON MATTOS / RIVANIL

O Jairo Góes não entrou na listinha junto com seus habituais parceiros porque já é bem mais antigo no ramo (lembram da canção “Fui Dando Porrada”, gravada por Leandro & Leonardo há uns quinze anos?). E o Ewerton Mattos e o Rivanil, ainda que também possam ser antigos na praça, ganharam muito mais destaque com o movimento universitário e as canções que compuseram para 95% dos artistas goianos que se destacaram nos dois últimos anos.

FREDERICO / ALESSANDRO LOBO

Mais dois compositores goianos que se destacaram nos dois últimos anos graças às músicas que o Frederico gravou com seu irmão João Neto. “Pega Fogo Cabaré”, “Filme de amor” e a nova música de trabalho da dupla, “Não é chuva de verão”, são só algumas das canções que podemos citar. O Alessandro Lobo, aliás, é também um dos poucos que priorizam a gravação das próprias composições nos discos de sua dupla, César & Alessandro, que quando não são feitas em parceira com o Frederico, são quase sempre feitas com os dois compositores citados acima, Ewerton Mattos e Rivanil.

HUDSON

Antes o Hudson, quando compunha alguma canção, geralmente era com o irmão Edson. Na verdade ele nunca foi de compõr assim. Mas depois que o irmão começou a compôr em parceria com o Bruno e outros artistas, parece que ele se sentiu meio sozinho e começou a fazer muuuuitas canções ótimas por conta própria. Uma delas é a incrível canção “Frio da Madrugada”, da dupla Marcos & Belutti, empresariada pelo Edson, de quem vocês ainda vão ouvir falar muitíssimo bem (aguardem o review do DVD deles). Fora várias canções gravadas no mais recente CD de Felipe & Falcão e até no de seus sobrinhos, Vitor & Vitória. O Edson compunha melhor que ele, mas acho que o jogo virou de um tempo pra cá.

É claro que tem muita gente boa que não entrou na lista, como o César Menotti, o Mário (Marco & Mário) e outros. Mas tudo porque os da lista se destacaram mais.