TOP FIVE – Novos Produtores

TOP FIVE – Novos Produtores

Nos últimos dois anos, pelo menos, o bafafá em torno dos grandes produtores da música tem se concentrado em apenas três nomes: Pinnochio, Ivan Miyazato e Dudu Borges. Outros produtores lendários como Luiz Carlos Maluly também dão sua cota de contribuição, mas não aparecem tanto nas rodas de conversa. De meses pra cá, no entanto, é possível perceber o crescimento da importância de outros nomes para o cenário sertanejo. Nomes estes que estão estimulando a competitividade ao mostrar que é possível produzir um grande disco comercial sem necessariamente ter que recorrer apenas aos nomes acima mencionados. Mesmo porque eles podem ser excelentes, como de fato são, mas não vão jamais dar conta sozinhos de todos os trabalhos sertanejos que aparecerem, não é mesmo?

Abaixo, uma lista com alguns nomes de novos produtores que têm se destacado nacionalmente e que podem, aos poucos, passar a ocupar lugares cada vez mais altos na escala de sucesso dos produtos que levam suas respectivas assinaturas. A ordem, apesar de aparecer numerada, desta vez não significa necessariamente que um é melhor que o outro. É melhor dar este aviso antes que o campo de comentários vire um campo de batalha.

FERNANDO

Ele mesmo, o Fernando da dupla Fernando & Sorocaba. Há algum tempo o Sorocaba e sua trupe decidiram investir no próprio espaço de gravações, deixando de trabalhar com nomes como Ivan Miyazato, com quem produziam até alguns discos atrás, e, consequentemente, todo o rol de artistas de alguma forma ligados à dupla e ao escritório acabaram ganhando o próprio estúdio. E quem está à frente da produção da maioria dos discos é o próprio Fernando, com o apoio, claro, do próprio Sorocaba, do arranjador Orlando Baron e do lendário percussionista Laércio da Costa. Mas o cara que está por conta da parte musical e que está assinando a maioria das produções é o Fernando, como o DVD da dupla Thaeme & Thiago, a música “Nêga” e o próximo disco do Luan Santana, além, é claro, do novo DVD da dupla Fernando & Sorocaba.

EDUARDO PEPATO

Incrivelmente tímido, o tecladista e arranjador Eduardo Pepato têm se destacado como braço direito e principal parceiro do produtor Ivan Miyazato de um tempo pra cá. Levando em conta que o próprio Ivan tem investido parte do seu tempo em projetos de expansão da marca “Miyazato”, com investimento em novos artistas e projetos como o Sertanejo Play, o processo de produção e criação dos arranjos tem ficado em grande parte por conta do Pepato. Eu já disse em certas ocasiões que, a partir da parceria entre Pepato e Ivan, os trabalhos produzidos por eles ganharam uma identidade mais facilmente identíficável, com um som ainda mais próprio. Entre trabalhos recentes, o ótimo DVD da dupla Fred & Gustavo, o DVD “Nova Geração” do projeto “Chitãozinho & Xororó 40 Anos”, João Neto & Frederico “Tá Combinado – Ao Vivo em Palmas”, em vias de ser lançado oficialmente, e mais uma série de ótimos novos discos. O cara é tão tímido que nem foto dele a gente acha direito. Até a conta do Twiter ele apagou, hehe. Na foto acima, ele está à esquerda, ao lado da dupla João Neto & Frederico, do Ivan Miyazato e do Fernando Trevisan, o Catatau, produtor de vídeo.

ORLANDO BARON

Talvez  o produtor com mais trabalhos recém lançados no mercado. Conhecido por sua contribuição nos trabalhos de artistas como Fernando & Sorocaba e Luan Santana, como arranjador, ele tem realizado diversas produções de artistas de médio porte com sólidos projetos de crescimento. Recentemente, colaborou na produção do DVD Acústico da Tânia Mara e no da banda Inimigos da HP. E tem se destacado com bons trabalhos de artistas como Evandro & Agnaldo, Tuta Guedes, Marcos & Cláudio e até do Yudi Tamashiro, apresentador do SBT, que resolveu lançar carreira na música sertaneja, além de uma série de ótimos artistas da nova safra sertaneja, principalmente os do Paraná.

ZÉ RENATO MIOTO

Produtor da banda da dupla João Carreiro & Capataz, ele foi, junto com o João Carreiro, responsável pelos dois últimos discos da dupla, incluindo o elogiadíssimo “Lado A Lado B”. Sua parceria com o estúdio Play Mix, de São José do Rio Preto, tem começado a causar um grande e positivo impacto na música sertaneja. A mais recente e sensacional música da dupla Matogrosso & Mathias, por exemplo, é produção dele. Apesar de trabalhar junto à dupla João Carreiro & Capataz, não duvido que ele passe muito em breve a assinar produções de grandes discos de outros artistas.

BIGAIR DY JAIME

Mais um dos pouquíssimos grandes produtores a se destacarem a partir de Goiânia. Depois da dupla Guilherme Bicalho e Geovane Fernandes no início da explosão “universitária”, ele é o primeiro produtor goiano a se destacar nacionalmente. Recentemente produziu o DVD da dupla Israel & Rodolffo, que surpreendeu pela qualidade dos arranjos e do som que conseguiram tirar. Está preparando o DVD da dupla Zé Ricardo & Thiago e o novo e aguardadíssimo DVD do Cristiano Araújo, que, pelo que eu tenho ouvido, vai ser surpreendente. Apesar de ainda ser desconhecido, eu particularmente acredito que ele pode ser um dos próximos grandes nomes da produção sertaneja a nível de Brasil. Anotem o nome desse caboclo.

Como eu disse, não se trata de uma ordem de preferência pessoal, nem de qualidade, nem de quem é melhor que quem, apesar de eu ter certeza que um monte de otários vai comentar com essa premissa logo abaixo. Além destes nomes, vários outros grandes produtores espalhados por todo o Brasil têm tudo para crescer exponencialmente, como o Amarelo, de Maringá, o Beto Rosa e o Otávio Moraes, de Uberlândia, e mais um punhado, o que é extremamente positivo para a música sertaneja. O estímulo à competitividade e à liberdade de escolha, aliás, é importante em qualquer área. Quanto mais produtores sertanejos tenham destaque, mais os próprios produtores precisarão continuar buscando melhorar a cada dia, a fim de não perder espaço para os novos que estão aparecendo. Isso é a livre concorrência. E desde que seja de uma forma saudável, só pode ser positiva.