TOP FIVE: Os melhores projetos de 2023

TOP FIVE: Os melhores projetos de 2023

Chegamos ao último dia do ano e, como já é tradição aqui no Blognejo desde 2008 (sim!!!), chegou a hora de listar os melhores projetos lançados nos últimos 365 dias. Mas de novo é bom deixar algumas coisas bem esclarecidas.

Ano após ano, a forma de consumo se modifica e se atualiza e, pelo menos na música sertaneja, tem sido cada vez mais complicado ouvir álbuns completos porque os artistas sertanejos tem preferido seguir a cartilha imposta pelas plataformas e lançar single por single ou no máximo EP por EP, dividindo seus álbuns gravados em diversos lançamentos diferentes, o que faz com que a maioria dos álbuns não seja lançado em sua totalidade no decorrer do ano. E convenhamos, como vamos considerar para a lista um disco que ainda não teve todas as suas faixas lançadas? Por isso, só dá pra levar em conta álbuns que já contam com todas as suas faixas nas plataformas digitais. EP’s só vão ser considerados quando não incluirem outras canções com lançamento programado em outras datas.

Dito isso, vamos à lista:

DECRETOS REAIS – MARÍLIA MENDONÇA

O álbum póstumo da rainha da sofrência ganhou o Grammy Latino de 2023 principalmente por trazer esta última coletânea de músicas gravadas pela Marília, mas precisamos ser justos em dizer que não chegou a ser o melhor do ano, já que o primeiro da lista é imbatível nesse quesito. É, na verdade, um apanhado de algumas das melhores músicas cantadas pela Marília durante a live “Serenata”, transmitida durante a pandemia, que trazia a eterna diva interpretando grandes hits do chamado “brega” e alguns grandes sucessos que ela gravou como convidada com artistas como Xamã, Tierry e outros. Aqui, as músicas ganharam novos arranjos e a interpretação fantástica da Marília.

ESCOLHAS – ZÉ NETO & CRISTIANO

O álbum mais bem sucedido do ano serviu para carimbar uma retomada triunfal de Zé Neto & Cristiano depois da saída da Workshow e dos problemas de voz e de depressão enfrentados pelo Zé Neto. O repertório foi o mais bem selecionado e cheio de hits neste ano que se encerra e consolidou a força da dupla num momento em que alguns personagens do circuito ainda tinham dúvidas se eles conseguiriam manter o mesmo patamar depois de tantos obstáculos. Conseguiram.

 AO VIVO NO RADIO CITY MUSIC HALL NOVA IORQUE – CHITÃOZINHO & XORORÓ

A discreta comemoração dos 50 anos de carreira de Chitãozinho & Xororó trouxe como convidados apenas os filhos Sandy e Júnior e de Luan Santana, repetindo a parceria do projeto Luan City. Mas desta vez, Chitãozinho & Xororó melhoraram a música “Hábito”. De novo, trata-se apenas de Chitãozinho & Xororó cantando alguns de seus maiores hits, coisas que eles fazem todos os anos. A diferença desta vez é que eles fizeram isso cantando em Nova Iorque e totalmente ao vivo, com uma música praticamente colada na outra num real formato de show, sem qualquer correção posterior de estúdio evidente, o que corrobora ainda mais a qualidade sempre impecável que a dupla procura imprimir em cada projeto. Eles tratam a música que praticam como arte, por mais comercial que seja, e isso é o que faz deles imbatíveis como os maiores de todos os tempos.

 OUTROS CANTOS – CHITÃOZINHO & XORORÓ E MILTON NASCIMENTO

O único álbum sertanejo da impecável carreira de Milton Nascimento é uma humilde e valiosa homenagem de Chitãozinho & Xororó a um dos maiores artistas de todos os tempos, que este ano encerra sua carreira. Em poucas canções, a dupla repaginou apenas dois de seus maiores sucessos e resgatou alguns do Bituca, sempre com arranjos do mais absoluto bom gosto e a interpretação bela, mesmo que cansada, do eterno Milton. O resultado é espetacular. E a única canção inédita do projeto, “Seu Bento e Dona Linda”, é simplesmente a mais bela música sertaneja de 2023 e qualquer outra lista que diga o contrário está errada.

 DANIEL 40 ANOS: CELEBRA JOÃO PAULO & DANIEL (AO VIVO) – DANIEL

Impossível qualquer outro lançamento de 2023 ter a mesma força e impacto que este. Um disco aguardado por décadas, desde a morte do, pra muitos, maior segundeiro de todos o tempos, o João Paulo, que traz um dos maiores repertórios já gravados na história, e que segue influenciando geração após geração. Daniel recebeu alguns dos maiores artistas sertanejos da história para cantar algumas das melhores músicas que ele gravou com João Paulo ainda em dupla. O resultado é histórico, fantástico, inesquecível. Que renda uma segunda edição, com mais músicas e novas participações. A música sertaneja agradece.