Villa Baggage consagra boa fase no primeiro DVD da carreira

Villa Baggage consagra boa fase no primeiro DVD da carreira

Existem artistas e “produtos” pelos quais nunca demonstrei receio de torcer abertamente. Geralmente, são projetos nos quais se nota um grande diferencial, o tal elemento que 10 entre 10 profissionais do meio dizem ser essencial a qualquer artista, dupla, trio, grupo, banda ou etc. O Villa Baggage é um desses casos.

A primeira vez que os vi em ação, no projeto Sertanejo Play, já fiquei impressionado. Primeiro com o formato, totalmente inédito. Não eram apenas um trio no nome, mas três artistas com funções bem definidas. Nuto no vocal e no violino, Gui no acordeon e na segunda voz e Emy no vocal, sempre com o Nuto e a Emy revezando na primeira voz. E em segundo lugar com o grande talento de cada um deles.

Mas, curiosamente, foi só algum tempo depois que o Villa Baggage começou a chamar mesmo a atenção do mercado, graças a uma outra área na qual os membros do trio começaram a se destacar: a composição. Com músicas gravadas por Jorge & Mateus ( “Pergunta Boba”), Matheus & Kauan (“Abelha sem Mel”), Jads & Jadson (“Mel e Limão”), e diversos outros artistas, os membros do trio, principalmente o Nuto e o Gui, começaram a fazer de vez parte do circuito de compositores, o que lhes rendeu a abertura de muitas portas e a formação de boas parcerias, refletindo diretamente na gravação deste primeiro DVD.

A qualidade do repertório do trio acabou, vejam só, se tornando mais um dos já inúmeros diferenciais do projeto. Tanto que acabou assumindo um protagonismo maior que o da musicalidade do trio, que era o cartão de visitas até então. No DVD gravado há duas semanas em Campinas, inclusive, o trio explorou pouco o talento com os instrumentos e explorou muito mais a questão vocal e o repertório, muito bem escolhido por sinal.

Com produção musical a cargo do Laércio da Costa, o Villa Baggage gravou seu DVD em Campinas, cidade que tradicionalmente é tema de reclamações justamente por não emplacar grandes nomes para o cenário sertanejo nacional. O aumento do interesse pelo Villa Baggage pode enfim mudar esse panorama.

O show de gravação também destacou a qualidade da interpretação do Nuto, que está cantando como nunca, e o enorme carisma da Emy, que atrai todas as atenções quando sobe ao palco. É engraçado, aliás, como o trio consolidou um formato que, na verdade, agrupa diversos formatos em um só. O Nuto cantando solo ou em dupla com o Gui, a Emy cantando solo ou em em dupla com o Gui, os três revezando os vocais, cantando com ou sem seus instrumentos. Só aí já são 6 formatos diferentes.

Alguns podem, no entanto, achar que essa variedade de formatos pode prejudicar a formação de uma identidade mais específica para o trio. Já eu acho (e sempre achei) espetacular. Confesso inclusive que senti uma certa falta de mais músicas com o Nuto no violino e o Gui na sanfona. Talvez o trio tenha entendido que a aceitação do grande público pode vir mais facilmente se explorarem mais a performance e menos o virtuosismo nos instrumentos, o que faz sentido.

Chamou a atenção, também, o ecletismo das participações do DVD. Além de Munhoz & Mariano, parceiros de longa data do Villa Baggage, participaram Maiara & Maraísa (numa música com a Emy que fala, de certa forma, do poder feminino, assunto em alta ultimamente por conta do aumento da força das mulheres no meio sertanejo), Jads & Jadson, Solange Almeida (do Aviões do Forró) e MC Bin Laden, em alta por conta do hit “Tá tranquilo, tá favorável”.

A ousadia em manterem-se fiéis ao formato que escolheram foi até o momento, pelo menos em conversas de bastidores, o grande X da questão. Enquanto alguns acham incrível (como eu), outros acham difícil de ser trabalhado. Acontece, no entanto, que o trio ainda não tinha um projeto com peso suficiente para peitar o ceticismo dessa pequena parcela do mercado. Este DVD preenche todos esses requisitos e enfim mostra um lado totalmente comercial do Villa Baggage, e fazendo isso priorizando um elemento que ninguém pode acusar o grupo de não ter: altíssima qualidade.

Abaixo, fotos da gravação.